Bancadas de cozinha


Se você tiver a sorte de comprar uma casa nova e puder intervir no design de interiores, deve considerar cuidadosamente não só o design, mas também os materiais usados ​​para a cozinha e especialmente as bancadas, uma vez que estes são geralmente um dos as áreas mais ocupadas em uma cozinha.

São muitas as possibilidades, desde mármore ou granito (os mais caros) até madeira ou até concreto para quem prefere não gastar muito. Aqui estão algumas dicas a serem consideradas ao decidir.

Antes de escolher um material para a bancada, devemos nos perguntar que uso lhe daremos. Algumas cozinhas combinam uma bancada onde a comida é preparada com um balcão onde você come. Outras bancadas são simplesmente superfícies onde as coisas são preparadas. Outros devem ser grandes o suficiente para armazenar utensílios e latas.

Existem inúmeras opções de bancadas no mercado. Aqui estão alguns dos materiais usados ​​para bancadas com seus prós e contras, de acordo com um dos especialistas em design de interiores do About.com:

  • Granito: é a melhor opção se não nos preocupamos com dinheiro. É elegante e sua beleza contribui até mesmo para a mais modesta cozinha. Prós: mantém o calor; existe em belas cores. Contras: é muito caro; requer muito cuidado; absorve sujeira; pode rachar; a gama de cores disponível é limitada
  • Pedra modificada: este material, composto por 93% de partículas de quartzo, está disponível em uma gama de cores mais ampla do que o granito, tem uma superfície não porosa resistente a riscos e requer pouca manutenção. Prós: resistente à sujeira e ácidos; cuidado simples. Contras: caro
  • Superfície sólida: é sólida e não risca. Geralmente é comprado sob medida. Prós: vem em várias cores e padrões; desatado; resistente à sujeira. Contras: vulnerável ao calor, que pode danificar sua superfície; pode ser um pouco caro
  • Ladrilhos cerâmicos: São duráveis, fáceis de limpar e baratos, o que os torna uma boa escolha para a casa média. Prós: resistente ao calor; fácil de limpar; ampla gama de preços, cores, texturas e designs. Contras: superfície irregular; as telhas podem rachar facilmente; a separação entre os ladrilhos acumula sujeira; projetos personalizados são muito caros
  • Laminado: material sintético revestido de plástico com superfície macia e fácil de limpar. É cortado no tamanho certo. Prós: grande variedade de cores; manutenção simples; durável; barato. Contras: é praticamente impossível reparar fissuras e quebras; acabamento e frente podem ser caros
  • Madeira - Proporciona uma aparência acolhedora e está disponível em várias cores e acabamentos. É o complemento ideal para uma cozinha rústica ou com armários de madeira. Prós: fácil de limpar; suave; pode ser lixado e reparado. Contras: pode ser danificado pela água e sujeira ao longo do tempo
  • Aço - Oferece uma aparência contemporânea e industrial. Resistente ao calor e durável. Pode ser feito sob medida, evitando emendas. Prós: resistente ao calor; fácil de limpar. Contras: caro; barulhento; pode ser amassado; não pode ser cortado
  • Mármore: menos comum devido ao seu alto preço. Mancha facilmente e requer manutenção contínua. Prós: à prova d'água e à prova de calor; você é bonito. Contras: caro; poroso; mancha facilmente a menos que completamente selado; pode rachar; pode precisar de selagem periódica
  • Concreto: Esta é uma boa opção se você deseja uma bancada com formas inusitadas, mas seu alto preço não cabe no orçamento da maioria das pessoas. Prós: resistente ao calor; pode ser matizado; aparência exótica e incomum; aditivos reduzem a porosidade; os novos acabamentos são mais decorativos. Contras: preço alto; pode rachar; pode parecer industrial; é poroso, embora possa ser selado.

    Relacionados: Bancadas, Renovação de cozinha com orçamento limitado, Decoração de cozinha


Vídeo: RESINA EPÓXI NA BANCADA COZINHA


Artigo Anterior

Isaac Newton Quotes

Próximo Artigo

Alugar alojamento na Espanha