Copenhague, entre as cores cinza e o frio de março


Copenhagen- Nyhavn

Lenin estava até em Copenhague e há músicos atarracados e arnarquistas

No momento em que escrevo este artigo, Copenhague é notícia de algo fora do comum. É um edifício de 100 anos chamado 'Casa da Juventude'(A casa da juventude). No entanto, um grupo religioso comprou em 2000 e na semana passada os ocupantes foram despejados e esta manhã há fotos no jornal do prédio sendo demolido.

Uma cidade de cinza no inverno onde as cores se destacam

Tivemos uma experiência muito diferente da cidade quando a visitamos há 8 anos. Era um fim de semana de março e fazia muito frio. A única cor de que me lembro é o vermelho dos uniformes dos soldados quando eles mudavam de turno fora do palácio real. O contraste com os belos mas cinzentos edifícios era inesquecível. Os famosos jardins chamados 'Jardins de Tivoli'No centro da cidade ficavam fechados porque ainda era inverno, na verdade abriam apenas 5 meses por ano. Na sua publicidade diz que é um dos complexos mais divertidos do mundo e imagino que os seus jardins em miniatura com 100.000 flores devam impressionar no verão.

Museu Nacional

Visitamos o museu nacional no palácio do príncipe. Estava cheio de fascinantes artefatos históricos e contemporâneos e também fornecia muitas informações sobre a cidade. Havia um ambiente descontraído neste museu e nas outras galerias de arte que visitamos.

Copenhague, o mar e a união com a Suécia

A cidade está espalhada em torno de um porto e você está sempre perto do mar. Uma ponte e um túnel estavam sendo construídos para ligar Copenhague a Malmo, na Suécia. Foi inaugurado em 2000 pelos monarcas de ambos os países e, como consequência, Copenhague é agora o centro de uma área metropolitana maior. Aparentemente, os carros não usam a ponte tanto quanto esperavam, mas os trens estão lotados. Alguns dinamarqueses mudaram suas casas para a Suécia, onde as casas são mais baratas e eles viajam para o trabalho todos os dias.

A estátua de Hans Christian Anderson. a pequena Sereia…

Nenhuma visita a Copenhague está completa sem ver a estátua da Pequena Sereia à beira-mar e, claro, vimos a estátua de Hans Christian Anderson, cujos contos são lendários, um dos quais foi a inspiração para a Pequena Sereia. Tiramos fotos ao lado das duas estátuas como bons turistas.

É outra bela cidade com sua própria distinção.

Bryan


Vídeo: LIVE MONDAYS #17 COMO TER NOVIDADES TODA SEMANA SEM SE ABARROTAR DE ESTOQUE


Artigo Anterior

Como combater a insônia na menopausa

Próximo Artigo

Frases lindas de ano novo para compartilhar