Como a Internet mudará com o html5?


Mudanças na Internet causadas pela implementação do HTML5.

HTML5, a próxima versão da linguagem de marcação usada para criar páginas da Web, atraiu a atenção por sua capacidade de exibir vídeo em um navegador da Web sem a necessidade de plug-ins, como o Flash da Adobe. No entanto, outros recursos menos conhecidos podem, em última análise, ter um impacto muito maior na forma como os usuários experimentam a web.

Os especialistas dizem que o que o HTML5 faz por trás - como suas comunicações de rede e suas funções de armazenamento no navegador - pode melhorar a velocidade de carregamento das páginas (especialmente em dispositivos móveis), fazer os aplicativos da web funcionarem muito melhor e até mesmo permitir que os navegadores da web leiam páginas antigas com mais facilidade.

Muitos sites agora atuam como aplicativos de desktop; por exemplo, suítes de escritório baseadas na web ou ferramentas de edição de fotos. Mas muitos dos recursos sofisticados desses sites dependem das conexões que os desenvolvedores fazem entre diferentes tecnologias da Web, como HTML, JavaScript e folhas de estilo (CSS); conexões que nem sempre funcionam perfeitamente. Como resultado, os sites podem ser lentos, funcionar de maneira diferente em navegadores diferentes e ser vulneráveis ​​a falhas de segurança.

Os especialistas destacam um recurso chamado Web Sockets como um exemplo das melhorias que o HTML5 pode oferecer. O Web Sockets fornece a um site uma interface de programação de aplicativos (API) que estabelece uma conexão permanente entre uma página e um servidor, para que as informações possam fluir entre eles em tempo real. Normalmente, o navegador precisa fazer uma solicitação cada vez que deseja uma atualização.

O HTML5 também pode ajudar os aplicativos da web a funcionarem melhor quando os dispositivos são desconectados da Internet ou conectados intermitentemente, como é comum com smartphones. Um recurso chamado Web Storage permite que os aplicativos da web armazenem mais dados no navegador, recuperem-nos de maneira mais inteligente e controlem como os navegadores salvam partes das páginas para acelerar o recarregamento.

Os especialistas também estão entusiasmados com os vários recursos da nova versão d
e Folhas de estilo CSS projetadas para funcionar com HTML5. Esses recursos tornarão as páginas da Web mais responsivas à entrada do usuário e permitirão gráficos de alta qualidade; coisas nas quais as páginas da Web geralmente não são muito boas.

Os usuários também verão um desempenho aprimorado graças a outros recursos do HTML5. Por exemplo, algumas melhorias na forma como os navegadores lidam com formulários reduzirão a quantidade de javascript necessária e acelerarão o carregamento da página, especialmente em dispositivos móveis.

De acordo com especialistas, o analisador HTML5 é um de seus recursos mais importantes. Um analisador de navegador lê as marcas usadas para criar uma página e decide como exibi-la. Destina-se a melhorar a interoperabilidade dos navegadores, especialmente a maneira como lidam com erros de código. Em vez de permitir que o fabricante de cada navegador decida como lidar com o código imperfeito, o analisador especifica quais devem ser as respostas aos erros. Isso deve oferecer aos usuários uma experiência mais igual, independentemente do navegador que você está usando.

Embora o HTML5 pareça ter uma longa lista de mudanças importantes, seu principal objetivo é fornecer aos desenvolvedores uma maneira mais fácil de fazer o que já estão fazendo, reduzindo assim as chances de erros.

Veja também: O que é HTML5?

Fonte: Technology Review


Vídeo: Como Criar um Site Profissional, Grátis e sem Programação?


Artigo Anterior

Empréstimo com teto

Próximo Artigo

Outras despesas de empréstimo hipotecário