Precauções contra queda de frio


Que cuidados devemos tomar com as "gotas frias"? Já conversamos sobre como se proteger das raias, agora vamos dar algumas dicas para enfrentar os perigos e danos da chamada “gota fria”. Essas dicas são úteis para áreas rurais e urbanas, pois os riscos de gotas de frio podem afetá-las igualmente.

É compreendido por queda fria a perturbações atmosféricas que podem causar chuvas excepcionalmente violentas e intensas por algumas horas ou dias, acompanhadas de raios, granizo ou outros fenômenos atmosféricos.

A gota fria exerce sua ação em superfícies relativamente pequenas e além disso tendem a seguir trajetórias bastante imprevisíveis, causando chuvas muito fortes e às vezes também ventos fortes. A quantidade de chuva pode ser de tal magnitude que ravinas, rios ou outras áreas inundáveis ​​são inundadas onde não há evidência prévia de tais riscos.

Precauções, recomendações a serem seguidas com aviso de queda de frio

As autoridades costumam dar um alerta de queda de frio que costuma ser amplamente divulgado em praticamente todos os meios de comunicação (imprensa, rádio, TV). No caso de advertência, estas são as dicas a seguir se estivermos fora de casa:

  • Use o veículo apenas nos casos em que for absolutamente necessário e obtenha informações sobre a situação atmosférica e o estado das áreas antes de iniciar a viagem.
  • Conduza preferencialmente na rede de estradas principais e rodovias. Geralmente apresentam maiores garantias e, se houver problemas, os meios de socorro ou socorro costumam ser implantados rapidamente.
  • Afaste-se das margens de rios e ravinas (nada de acampar ou fazer atividades) e não fique nas pontes. No caso de ravinas secas, os riscos podem ser extremamente perigosos, pois às vezes seus canais foram alterados ou ficam irreconhecíveis, produzindo importantes inundações inesperadas.
  • Nunca tente cruzar um local alagado ou uma ponte que ofereça dúvidas sobre sua resistência.
  • Siga os conselhos sobre como se proteger contra raios.

Dicas a seguir em casa com um aviso de queda de frio

Danos em residências e outras edificações são cada vez mais frequentes devido às ações decorrentes das gotas de frio. Há uma série de medidas preventivas que devem ser levadas em consideração. Estas são as nossas dicas:

  • Se houver partes da casa danificadas que sejam vulneráveis ​​(telhados, etc.) certifique-se de terminá-las rapidamente e não as deixe sem reparos. Alguns avisos de queda de frio podem não dar tempo para concluir os reparos.
  • Feche bem as janelas, dobre os toldos (vento e chuva podem causar riscos adicionais), verifique todos os ralos e certifique-se de que não estão obstruídos por ervas daninhas, galhos ou outros obstáculos. Preste atenção às varandas ou outras superfícies que podem ser facilmente obstruídas.
  • Não deixe objetos de valor em porões ou partes baixas da casa (carros, móveis, objetos etc.) especialmente nos casos que devido à sua situação podem inundar com relativa facilidade.
  • Esteja preparado para possíveis quedas de energia. Mantenha lanternas, velas e outras fontes de energia à mão para poder atender a contingências no caso de uma queda de energia prolongada. Mantenha um telefone celular à mão e carregado com bateria suficiente (salve os telefones de emergência na memória). Também não é má ideia preparar um rádio alimentado por bateria.
  • Considere a possibilidade de um seguro residencial que cubra esse tipo de dano, especialmente se sua casa for vulnerável devido à sua localização específica aos danos causados ​​por quedas de frio.

Tópicos relacionados a avisos de queda de frio:

  • Telefone DGT
  • Números de telefone de emergência
  • Dirigindo na neve
  • Segurança
  • Dicas

Vídeo: Sinusite: causas e tratamento


Artigo Anterior

Buzz Technologies anuncia novo relacionamento com o Google

Próximo Artigo

Quem é a mãe de Jon Snow?