Capture patógenos ocultos com nanopartículas


Eles usam nanotecnologia para capturar patógenos ocultos

Pesquisadores da University of Central Florida desenvolveram uma nova técnica que poderia fornecer aos médicos uma ferramenta mais rápida e sensível para detectar patógenos associados a doenças inflamatórias intestinais, incluindo a doença de Crohn.

A nova técnica baseada em nanopartículas também pode ser usada para a detecção de outros micróbios que desafiam os cientistas há séculos porque se escondem profundamente no tecido humano e são capazes de reprogramar células para escapar com sucesso do sistema imunológico.

Os germes reaparecem anos depois e podem causar graves problemas de saúde, como ocorre nos casos de tuberculose. Atualmente, existem métodos de teste para encontrar esses micróbios ocultos, mas eles levam muito tempo para serem concluídos e frequentemente atrasam o tratamento eficaz por semanas ou até meses.

O professor associado da UCF J. Manuel Pérez e o professor Saleh Naser e sua equipe de pesquisa desenvolveram um método que usa nanopartículas revestidas com marcadores de DNA específicos para patógenos indescritíveis. A técnica é eficaz e mais precisa do que os métodos atuais, detectando até mesmo pequenas quantidades de um patógeno. Mais importante, leva horas em vez de semanas ou meses para entregar os resultados, fornecendo aos médicos uma ferramenta mais rápida para ajudar os pacientes. O trabalho de pesquisa do grupo foi publicado recentemente na revista PLoS ONE.

Fonte: Science Daily



Vídeo: Obtención y caracterización de nanopartículas de plata mediante química verde


Artigo Anterior

6 chaves para entender a regulamentação legal de DRONES

Próximo Artigo

Áries - Libra