Aplicativos móveis, dispositivos vestíveis e nanotecnologia estão revolucionando a saúde



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Hoje, grandes mudanças tecnológicas estão ocorrendo impulsionadas por Big Data, mobilidade ou computação em nuvem. Essas mudanças estão transformando profundamente os negócios e a sociedade; e alguns setores, como saúde ou bancos, enfrentarão uma transformação completa.

No caso da saúde, grandes volumes de dados (Big data) permitirá melhores diagnósticos e prognósticosenquanto aplicativos, dispositivos vestíveis e nanotecnologia estão revolucionando a saúde, permitindo que os consumidores cuidem de si mesmos e melhorem o desempenho em suas vidas pessoais e profissionais.

As inovações no campo da saúde são essenciais e os avanços tecnológicos não estão apenas estabelecendo parâmetros novos e interessantes para continuar inovando, mas estão salvando inúmeras vidas em todo o mundo e abrindo novas possibilidades para todas as partes envolvidas: hospitais, pesquisadores , médicos e pacientes.

Os aplicativos estão mudando a relação médico / paciente

Dispositivos como a pulseira Fitbit e outras ferramentas de rastreamento pessoal são cada vez mais comuns, permitindo-nos rastrear diversas variáveis ​​relacionadas ao nosso estilo de vida, como nossa atividade física, padrões de sono, pressão arterial e ingestão calórica.

Essa tendência transformou a dinâmica da tradicional relação médico-paciente, abrindo as portas para formas novas e mais avançadas de tratamento e cuidados, como monitoramento remoto, telemedicina, etc.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=-01hglX-jlk]

Em 2014, houve uma ampla adoção da telemedicina em instalações de saúde nos EUA e numerosos aplicativos móveis estão sendo desenvolvidos para permitir que os pacientes monitorem sua própria saúde, não apenas diagnosticando doenças comuns, mas também doenças graves. Um exemplo é o aplicativo DemoScreen, que permite identificar o câncer de pele; ou o novo “Ebola Care App”, que está ajudando cuidadores e funcionários que trabalham para aliviar a crise de Ebola para gerenciar áreas-chave de gerenciamento de doenças, como coleta de dados, análise e resposta.

Também existem aplicativos para contar calorias, fazer dieta ou nos ensinar a comer melhor. Neste artigo você pode ver alguns exemplos.

Dispositivos vestíveis e nanotecnologia estão aqui

Embora os aplicativos e ferramentas permitam aos pacientes rastrear sua saúde, os dispositivos e tecnologias mais sofisticados Eles são responsáveis ​​por enviar os dados gerados aos profissionais de saúde, para que possam processá-los e prever e prevenir problemas de saúde. mais velho no futuro.

Dispositivos vestíveis são ideais para essa coleta e transferência de informações, pois o paciente pode carregá-los confortavelmente com eles aonde quer que vá, portanto, eles já desempenham um papel muito importante nessa transferência de dados acionáveis ​​dos pacientes para médicos e cuidadores.

Um exemplo recente é o lentes de contato projetadas pelo Google X Lab em colaboração com a Novartis, eles rastreiam os níveis de glicose nas lágrimas dos usuários e transferem as informações para um dispositivo móvel que o médico usa para rastrear o paciente.

Outro exemplo, que combina, neste caso, um dispositivo vestível com nanotecnologia, é O mais recente projeto do Google X para detectar câncer com nanotecnologia. O objetivo do projeto é desenvolver um comprimido que contenha nanopartículas e que, uma vez ingerido, libere as nanopartículas na corrente sanguínea para que elas possam circular pelo corpo e detectar qualquer anormalidade que indique a presença de câncer. As informações coletadas são transmitidas aos médicos por meio de um dispositivo de pulso. É uma inovação revolucionária que visa detectar a doença em seus estágios iniciais e que, se bem-sucedida, poderá salvar milhões de vidas.

Já existem inúmeros dispositivos wearable à venda, desde os famosos Gafas Google, que de acordo com um estudo de Stanford, permite que os cirurgiões operem melhor, em Olho de baidu, a resposta chinesa aos óculos do Google.

Até mesmo dispositivos que permitem monitorar a atividade de pessoas mais velhas que querem ficar em casa, como o CarePredict.

E ele HealthKit A Apple já foi testada em hospitais americanos.

Em conclusão

Dadas as mudanças surpreendentes que essas novas tecnologias inovadoras estão trazendo para o cenário da saúde, não é difícil prever que estamos no meio de uma revolução da saúde que nos dará mais poder do que nunca para gerenciar nossas próprias vidas.

A capacidade de controlar nossa dieta, exercícios físicos, atividades diárias e padrões de sono nos dá a oportunidade de entender melhor como nosso corpo funciona e responde, permitindo-nos adaptar nosso estilo de vida para obter o melhor de nós mesmos.

Continuar lendo:

  • O Google Glass pode revolucionar a saúde
  • Big Data vai transformar a saúde
  • Medicina Exponencial: rumo à grande transformação da medicina e da saúde nos próximos 10 anos
  • Nanotecnologia e Big Data: a próxima revolução digital

Vídeo: COMO AS TECNOLOGIAS DIGITAIS ESTÃO REVOLUCIONANDO A SOCIEDADE?


Artigo Anterior

Abril de 2014 para imprimir

Próximo Artigo

Distribuição de conteúdo