Publicidade de vídeos na Internet


De acordo com um artigo publicado esta semana na eMarketer, enquanto os gastos com anúncios em vídeo online nos EUA devem ultrapassar 1 bilhão no próximo ano, 2 bilhões em 2009 e 3 bilhões em 2010, vários fatores estão impedindo o crescimento. do equivalente na Internet da TV.

Um desses fatores principais decorre da incerteza sobre os limites da audiência, como a disposição dos usuários em visualizar anúncios em vídeo online e quanto tempo o anúncio deve durar caso a transmissão seja desconhecida. As reações do público a esse tipo de publicidade acabarão por determinar a maneira como os anunciantes e editores da Web usarão esse meio.

Algumas pesquisas indicam que a maioria das pessoas acha a publicidade em vídeo na Internet extremamente irritante.

De acordo com o relatório “Online Video Advertising” da empresa de publicidade online Burst Media, 77,5% dos que assistem a vídeos online consideram a publicidade em vídeo intrusiva, enquanto 62,2% dizem que interferem em seus Navegação na Web.

Apesar da relativa novidade do vídeo na Internet, a abundância de anúncios em vídeo é o aspecto menos apreciado dos vídeos online pela maioria dos usuários da Internet, de acordo com um estudo da Synovate encomendado pela empresa de busca de vídeos Clipblast !

Mesmo no caso de conteúdo de longa duração, produzido por profissionais, como programas de TV ou filmes, 79% dos internautas entrevistados por Piper Jaffray afirmam não estar dispostos a pagar por isso. Isso significa que eles aceitariam anúncios nos vídeos em troca de conteúdo gratuito?

O relatório do eMarketer “Video Online: Making Content Pay” será publicado em agosto de 2007.

Fonte: EMarketer



Vídeo: INSTAGRAM para NEGÓCIOS Para Iniciantes. LUANA FRANCO


Artigo Anterior

Port Aventura para crianças

Próximo Artigo

Os 10 melhores bares e pubs de Amsterdã